sexta-feira, 12 de julho de 2013

PATO ASSADO NO FORNO COM LARANJA E LIMÃO

PATO ASSADO NO FORNO COM LARANJA E LIMÃO
O pato ficou deliciosamente macio, suculento e saboroso. Adoraram!

Habitualmente faço arroz de pato, mas apeteceu-me variar e fazer a minha versão inventada de pato com laranja.

Tenho lido e ouvido em vários sítios que assar carne em grandes peças, para que fiquem tenras e suculentas e não secas, o segredo está em deixar de um dia para o outro em marinada que leve citrinos (ajuda a amaciar a carne) e levá-la a assar em temperatura baixa durante muito tempo. Já tenho ouvido comentários de que a carne de pato assada no forno fica muito seca. Pois talvez sejam estes os segredos!

Fiz o mesmo processo de marinada com citrinos para o perú e capão do Natal e ficaram igualmente (tenho que me repetir!) suculentos, macios e saborosos!

Não há muito a saber!

Para um pato:

Espremi 2 laranjas e 1/2 limão, juntei 1 colher de sopa de sal, 1 malagueta cortada aos pedaços, 1 colher de chá de colorau, 1 colher de chá de massa de pimentão, 2 dentes de alho esmagados ou ralados, 1 folha de louro, 1 colher de sopa de azeite (não uso mais gordura porque o pato deita muita ao cozinhar) e um cubo de caldo de galinha esfarelado.

Limpa-se a pele do pato muito bem retirando os restos de penas e os canoucos ou cálamos e todo ele muito bem lavado mesmo no interior. Seca-se com um papel de cozinha e coloca-se num recipiente e cobre-se com o preparado de marinada tendo o cuidado de deitar o líquido também no interior do animal e guarda-se no frigorífico de um dia para o outro, tapado (pode tapar com papel celofane ou papel de alumínio ou um prato). Coloque-o com o peito para baixo pois é a parte que mais facilmente seca ao cozinhar e a que tem mais carne; a parte das costas ficará a tomar o gosto enquanto assa.

Coloquei o pato num recipiente de ir ao forno, juntamente com a marinada, em forno pré-aquecido a 150º/170º durante cerca de 1 hora coberto com folha de alumínio. Findo sensivelmente esse tempo retirei o alumínio e deixei cozinhar mais 45 minutos a 1 hora. Se for necessário que doure mais um pouco antes de retirá-lo aumente a temperatura do forno até que fique com a cor a gosto.

Não recomendo que pique o pato com um garfo, pois como foi assado muito lentamente os sucos estão todos retidos e ao picar os mesmos vão sair e vão continuando a sair, não sendo por isso a melhor forma de verificar se está devidamente cozinhado. Sugiro que findo esse tempo retire o pato e trinche um pouco do peito, caso ainda ache que necessita de mais tempo volte a colocar no forno e se correr o risco de queimar muito a pele tape novamente com a folha de alumínio. 

21 comentários:

  1. Parece-me uma receita deliciosa,é exatamente esta que vou fazer, depois conto! obrigada

    ResponderEliminar
  2. Olá experimentei a receita e ficou ótima!
    Alterações implementadas adicionei gengibre fresco triturado na marinada e quando faltavam 20´ para o assado estar concluído separei a gordura em excesso da seguinte da forma:
    Verti todo o conteúdo de molho numa tijela e separei o molho da gordura utilizando uma seringa (aspirei o molho do fundo da tijela e adicionei de seguida ao pato)
    Resultado espetacular!

    ResponderEliminar
  3. Já fiz a marinada!! Agora é só esperar até amanhã pró provar!!! :)

    ResponderEliminar
  4. Acabei de fazer, ficou ótimo, muito obrigado por postar a receita...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda bem que gostou :) O facto é que as carnes ficam mais macias quando marinadas com citrinos.

      Eliminar
  5. Respostas
    1. Fabi citrinos são frutos ácidos como por exemplo a laranja, o limão, a toranja, a clementina, a tangerina, a lima ou cidra (fruto da cidreira que por acaso não conheço). Pode-se usar igualmente sidra que é uma bebida fermentada de maçã. Espero ter ajudado. Volte sempre!

      Eliminar
  6. Estou a seguir a sua receita, ainda está no forno. O tempero cheira que é uma maravilha. Mais uma horita e já conto como foi a opinião aqui dos meus homens

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vai ser um sucesso certamente! :) Obrigada e volte sempre!

      Eliminar
  7. Vou fazer para o almoço de amanhã. Cá em casa gostamos muito de pato, principalmente escondido com arroz mas desta vez quis variar...

    ResponderEliminar
  8. Qual o melhor acompanhamento para este prato?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Lyz! Peço desculpa só agora responder. Eu costumo fazer arroz branco (de manteiga), batatas fritas (ou estes 2 acompanhamentos ao mesmo tempo) ou puré de batata colorido (pode ver a minha receita em http://asreceitasdatiagui.blogspot.pt/2013/02/dicas-pure-de-batata-colorido-criancas.html.
      A receita agradou?
      Obrigada e volte sempre

      Eliminar
  9. Bom dia,
    "vim aqui parar" ao procurar por uma receita de pato assado e resolvi dar a minha "achega":- qualquer peça de carne, mas especialmente as aves, ficam muito tenras, húmidas e saborosas se forem préviamente colocadas numa salmoura líquida. A este processo os povos de cultura anglo-saxonica chamam-lhe "brine", salmoura foi o termo mais aproximado que encontrei em português. Consiste em imergir a carne numa grande quantidade de água salgada com os aromas e têmperos que se desejar, durante 12 a 24horas antes de assar. Se pesquisar no google por "turkey brine", ou "chicken brine" vai encontrar receitas e quantidades exactas. Vale mesmo a pena este passo extra!
    Os meus cumprimentos,
    Rosa Almeida

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito grata pela partilha do seu conhecimento e pelo enriquecimento deste meu cantinho de partilhas. Adora saber estes pequenos grandes detalhes que fazem toda a diferença. Bem haja! Cumprimentos

      Eliminar
  10. Gosto muito de cozinhar ,embora nao seja grande apreciadora de pato. Mas gostei da receita, e vou experimentar para o almoco no sabado. Sera que posso marinar o pato por 2 dias, um para o peito, ja que e a parte que tende a ressecar mais, e outro dia para o resto do pato? E existe algum substituto para a massa de pimentao?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pode há vontade deixar a marinar durante 2 dias todo o pato. Quando eu não tenho massa de pimentão costumo triturar ou ralar umas 2 tiras de pimento (que tenho sempre no congelador)e juntar cerca de 1 colher de chá de polpa de tomate quando tenho, se não tiver não ponho. Espero que goste. Obrigada pela visita e volte sempre

      Eliminar
  11. semana que vem estou indo numa fazenda e já mandei deixar o pato limpo para à hora que eu chegar quero fazer esta receita para o domingo no almoço foi à que achei mais simples eu vou tentar aprimorar o tempero com minhas idéias pois adoro cozinhar obrigado

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Marcos muito grata pela visita e pelo seu comentário. Se quiser partilhar o seu tempero agradeço. Espero que tenha gostado. Tenho um agora no forno :)

      Eliminar

Este espaço é destinado a comentários, sugestões e dúvidas. Responderei, com a maior brevidade possível, a todas as questões que me forem colocadas!

Obrigada pelo seu comentário!
Espero que volte a visitar o meu blog brevemente!

Beijinhos :)